SALVADOR - BA

Rua Estácio Gonzaga, n° 107

Horto Florestal

Esquina Dep. Fernando Wilsom Magalhães

 

(71) 4103-4255 • (71) 9 9301-9812

contatosalvador@sainthelena.com.br

Estamos abertos de segunda a sexta, das 7:30h às 18:00h

©2019 by Saint Helena Bilingual Education.

FACEBOOK.png
INSTAGRAM.png
youtube (2).png

Psicomotricidade: conceito e importância para as crianças



A comunicação é inerente ao desenvolvimento humano. Uma das partes essenciais para essa função é o movimento do corpo. É com ele que o indivíduo transmite suas necessidades e desejos desde o nascimento. “É de suma importância salientar que o movimento é a 1ª manifestação do ser humano. Pois desde a vida intra-uterina realizamos movimentos com o nosso corpo” (SILVA, 2010, p. 12).


Após a percepção do déficit de um estudo voltado as necessidades corpóreas do ser, iniciaram-se várias etapas investigativas, nas quais “o propósito do estudo neurológico, psicológico e o fisiológico era definir a consciência de si, ou seja, a consciência de seu próprio corpo em relação à dos outros”, mais especificamente, “seu esquema corporal” (FONTANA, 2012, p. 13).


Antes, porém, entendendo que o corpo e os movimentos culturais são os objetos que fundamentam o estudo da psicomotricidade, faz-se necessário conceituar essa ciência. Diante disso, podemos entender que:

O movimento corporal é parte integrante de todas as possibilidades de ações e desenvolvimento da criança. A ciência que estuda a relação entre o movimento e a cognição e o trabalho de estímulo com a finalidade de desenvolver essas áreas é chamada psicomotricidade ou trabalho psicomotor. (GOMES, 2016, p. 6)


Compreende-se que a psicomotricidade está atrelada à função instrumental do corpo como essencial para a comunicação e interação entre os indivíduos e o mundo.

Não obstante, na escola, a criança necessita do auxílio para que se desenvolva de modo amplo e o mais completo possível. Logo, a psicomotricidade é essencial para a construção do indivíduo, considerando que um de seus objetivos é atuar como agente auxiliador no processo de interação, além de proporcionar o autoconhecimento da corporeidade com relação ao mundo exterior e interior. Através desse conhecimento o indivíduo consegue aperfeiçoar o movimento, a consciência da movimentação, resultando em intencionalidade e harmonia psíquica e motricidade. Para que esse resultado seja o mais adequado possível, a escola deve oportunizar aos educandos atividades facilitadoras.


[...] a instrução psicomotora é capacidade, que através de exercícios e jogos adaptados a cada faixa etária leva a criança ao desenvolvimento global de ser, devendo incentivar, de tal forma, toda uma atitude que possui relação com o corpo, venerando as diferenças individuais (o ser é único, diferenciado e especial) e levando a autonomia do indivíduo como lugar de percepção, expressão e criação em todo seu potencial. Portanto, essa técnica não pretende realçar a automação, a eficácia, a destreza motora ou o rendimento motor. Pretende, na verdade, transformar o corpo em um instrumento de ação sobre o mundo, em que permitirá a interação com os outros. (CARVALHO, 2015, p. 8)


Um dos objetivos da psicomotricidade nas aulas do 1st grade, da Teacher Cristiane Chilante, é utilizar o movimento corporal mais amplo como ponto de partida para estabelecer a relação do corpo com a aprendizagem. Os alunos do primeiro ano são crianças que já dominam alguns movimentos do corpo, tendo mais equilíbrio e algumas habilidades motoras. Por estarem no processo de alfabetização, procuro estimular de maneira lúdica e prazerosa esse processo, vinculado a momentos de brincadeiras. Mesmo porque, as crianças apresentam um tempo curto de concentração e para que não se cansem e não se tornem desestimuladas, Teacher Cris oferece intervalos na aula, utilizando o termo em inglês “ Let’s have a break”, que significa “vamos dar uma pausa”.


Neste momento, o foco é permitir que os alunos liberem suas energias para voltar ao processo de concentração, posteriormente. Para tanto, são realizadas atividades voltadas ao tema, utilizando dança, música e principalmente, o corpo como recurso. Esses momentos duram em torno de 20 minutos. É possível perceber que, após a finalização das atividades e ao retornarem aos seus lugares, os alunos retomam a concentração para atividades acadêmicas tais como leitura e escrita. Teacher Cris tem percebido, de forma prática, que a psicomotricidade pode ser trabalhada dentro da sala de aula, em qualquer momento e atrelada a outros objetivos.


Em suma, as crianças precisam de estimulação psicomotora para que evoluam naturalmente, evitando transtornos futuros. Como fator determinante de estímulos, as brincadeiras e a possibilidade de ser criança são fundamentais, pois é por meio de atividades lúdicas que a criança brinca e desenvolve questões como ética, convívio social, respeito, regras, tempo, espaço, e compreende aspectos afetivos tanto em si quanto com relação ao outro.

81 visualizações