Canção do Exílio: Alunos do 6º ano escrevem a sua versão do poema considerando a pandemia

Atualizado: 12 de Nov de 2020



O poema "Canção do Exílio", do escritor brasileiro Gonçalves Dias, tem sua versão original em 1843 e faz muito sucesso até os dias de hoje. Nele, o autor fala sobre a saudade que tem da terra amada, retratando como seu local de exílio nem se compara com o seu belo país.


Foi nesse clima de saudades que os nossos alunos do 6º ano fizeram as suas próprias versões de "Canção do Exílio", mas dessa vez com o tema de isolamento social e da pandemia causada pelo COVID-19. O projeto foi orientado pelo professor Robson Alves de Souza e ganhou o nome de "Canções do isolamento".


Confira abaixo o resultado! Ou, se preferir, tenha acesso ao conteúdo com os textos em PDF por meio do link.


DIAS DIFÍCEIS

Manuela Castro Sanches


Quando a quarentena começou,

Muita coisa em minha vida mudou.

No começo, fiquei animada!

Mas acho que fui enganada.

Achei que fossem só jogos e brincadeiras;

Porém, não foi bem assim…

São aulas online a manhã inteira…

Tardes de trabalhos e tarefas sem fim.

Meu Deus! Acho que fui enganada,

e o passeio com minhas amigas?

Isso aí não tem nada não!

Ficar em casa é a única solução.

Ainda falo com minhas amigas.

Entretanto, não era bem o que eu esperava.

Vídeos no youtube, jogar a tarde inteira.

Esses dias difíceis não estão sendo brincadeira.




QUARENTENA

Felipe Herrero


No início, foi assim:

Eu amei ficar isolado

Cada um pro seu lado

Ficar em casa é bom demais.

Eu implorei pra acabar

Pro corona ir embora

Quarentena invertida

Quando isso acabar e eu vou sair da gaiola.

Eu já tava surtando dentro de casa

Enquanto engordava

Seu CORONA, me faz um favor

E vê logo se acaba.

O Tempo passou

E eu já percebi a porcaria

Só comia, só dormia

Eu tava preso igual uma fera.


CORONA MALDITO

Caio Mattosinho Silva


Quando começou

Eu pensei ser maravilhoso só ficar em casa

Depois percebi estar muito errado

Foi muito entediante.

A rotina é meio que assim

Aula, jogar, tarefa e TV

Legal mesmo é brincar com amigos

Mas agora nem se pode mais.

Quando lembro de rezar

Sempre peço para o corona parar

Espero algum milagre

E tomara que aconteça em breve.

Tenho saudade de tudo um pouco

Mas compreendo bastante

Como todos se sentem

Quero sair de casa de novo.



CANÇÃO DO EXÍLIO PARANÁ

Felipe Soares